Geoneide Brandão

é uma artista de 21 anos e estudante de licenciatura em Artes Visuais pela UFRN. Crescida em Ouro Branco, no sertão de Alagoas, onde descobriu a fotografia. Desde então, explorou outras linguagens como colagem, audiovisual, desenho, pintura e bordado. Atualmente, desenvolve uma série de pintura com tinta oléo e realiza sua primeira mostra individual “amorARDOR” — série de pinturas cujo objetivo é investigar e explorar a sexualidade feminina sob a perspectiva de uma mulher LBTQIA+ — a pesquisa surge da necessidade pessoal e social de ser voz ativa na construção imagética do que seria a sexualidade feminina. Com a pintura, “Azul não é a cor mais quente”, foi selecionada para participar do 2º Salão Nacional de Pequenos Formatos de Britânia, no Museu de Arte de Britânia. Foi a pintura “Óleo sobre ausência e presença de uma amor” que garantiu a artista uma vaga na exposição Contemporary Painting 2021 na The Brick Lane Gallery em Londres.

 
 
 

Exposições:

● 2º Salão Nacional de Pequenos Formatos de Britânia - Museu de Arte de Britânia. 2020;

● Mostra individual ‘amorARDOR” no Bon Vin, Maceió. 2021;

● Exposição coletiva “Ciclos Visuais” no Teatro Deodoro. 2021.

● Contemporary Painting na The Brick Lane Gallery em Londres. Outubro de 2021.

Formação:

● Ensino Superior UFRN - atual licenciatura em Artes visuais;

● Bolsista no PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência).

Produção cultural:

● Atuante na idealização e administração do projeto Ciclos Visuais no Teatro Deodoro (2020);

● Artista convidada na segunda edição da publicação independente Mangue Zine (2020);

● Capa do álbum Areia & Mar do João Menezes e MarVin Vieira (2018);

● Capa do segundo EP da banda Troco em Bala (2020);